Vereadores de São João aprovam 5 projetos na 21ª sessão de 2017

por Técnico de Comunicação Social publicado 15/08/2017 09h13, última modificação 15/08/2017 09h13

 

A Câmara Municipal de São João da Boa Vista aprovou 5 projetos na sessão ordinária desta segunda-feira (14/08/17), sendo 1 em Discussão Única, 3 em Primeira Discussão e 1 em Primeira e Segunda Discussões.

Em Discussão Única, os vereadores aprovaram o Projeto de Resolução 16/17, que concede licença de 1 dia do cargo ao vereador Rui Nova Onda. O suplente, José Chiconi, foi empossado na própria sessão e participou na cadeira de Rui.

Três foram aprovados em Primeira Discussão: Projeto de Lei do Executivo 87/17, que revoga lei de 2016 de doação de área à Cooperativa de Crédito Rural da Região da Mogiana (Credisan); Projeto de Lei do Executivo 89/17, que revoga lei de 2012 de doação de área à Dominato Comércio de Irrigação; Projeto de Lei do Legislativo 38/17, dos vereadores Dr. Zé Eduardo, Fernando Betti, Gérson Araújo e Professora Can, que institui o Dia Municipal do Perdão (voto contrário de Claudinei Damalio).

O Projeto de Lei do Legislativo 33/17, do vereador Dr. Zé Eduardo, que institui atendimento prioritário às pessoas diagnosticadas com câncer em unidade de saúde, foi aprovado já em Primeira e Segunda Discussões, com dispensa do interstício.

Os Projetos de Lei do Legislativo 29 e 30/17 foram retirados da pauta a pedido do autor, Dr. Zé Eduardo. E o Projeto de Lei do Legislativo 21/17, que proíbe a realização de festas “rave”, foi adiado por 15 dias.


Tribuna Livre

A ex-vereadora Elenice Vidolin utilizou a Tribuna Livre para explicar detalhes de uma verba destinada ao Município pelo deputado federal Paulo Teixeira a pedido dela quando vereadora. Segundo Elenice, a liberação do recurso está em tramitação. E criticou o parcelamento de aportes da Prefeitura com o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de São João da Boa Vista.

Também utilizou o espaço democrático a munícipe Letícia da Silva Pereira, que cobrou a convocação de aprovados em concurso para professor de Educação Física realizado em 2013. Segundo ela, o concurso vai expirar e existe demanda que justificaria a convocação dos concursados pela Prefeitura.

registrado em: ,