Sessão de 14.05.18 – Câmara aprova 4 documentos e debate atraso salarial de funcionários da Santa Casa

por Técnico de Comunicação Social publicado 16/05/2018 09h05, última modificação 16/05/2018 09h17

 

A Câmara Municipal de São João da Boa Vista aprovou 4 documentos na sessão ordinária realizada na noite desta segunda-feira (14.05.18).

Três foram em Votação Única:

Projeto de Lei do Executivo 42/18, que altera lei a respeito do auxílio de recursos do Fundo Municipal do Idoso ao Lar Vicentino São José.

Projeto de Resolução 05/18, da Mesa Diretora, que concede licença de 10 dias do cargo à vereadora Patrícia Magalhães.

Ofício 17/18, contendo o balancete de abril da Câmara Municipal.

Um documento foi colocado na pauta durante a sessão e aprovado em regime de urgência especial: Projeto de Resolução 06/18, que concede licença de 32 dias do cargo à vereadora Patrícia Magalhães, referente ao período de 10 de maio a 10 de junho de 2018, por motivo de saúde.


Saúde

No uso da tribuna, o vereador Dr. Chaves apontou atrasos em pagamentos salariais de funcionários da Santa Casa de Misericórdia. Ele pediu à Mesa Diretora do Legislativo que envie ofício ao Ministério do Trabalho para averiguar se funcionários estariam sendo obrigados a assinar holerites mesmo recebendo apenas 50% do salário, como forma de terem acesso às cestas básicas. O assunto também foi debatido pelo vereador suplente Dr. Sabino, que ocupou a cadeira da vereadora licenciada Patrícia Magalhães.


Resedás

O vereador Rui Nova Onda exibiu fotos da creche do Parque dos Resedás, pedindo atenção à Prefeitura para a colocação de cortinas nas salas. Segundo Rui, o sol forte e o calor dificultam aos educandos. Rui também solicitou instalação de brinquedos no parque infantil da unidade e corte de mato.


Durval

Na sequência à fala de Rui, o vereador Claudinei Damalio pediu à Prefeitura que coloque cortinas na Emeb Professor João Baptista Scannapieco, no Jardim Durval Nicolau, e viabilize local próprio à recreação dos alunos. De acordo com Claudinei, os estudantes têm sido levados ao auditório da escola durante os intervalos, o que prejudica as demais salas que estão em aula, em função do barulho.

registrado em: ,